JANEIRO BRANCO – ACUPUNTURA E SAÚDE MENTAL

Indivíduos que sofrem de problemas mentais e emocionais estão, cada vez mais, recorrendo à Acupuntura e outras terapias complementares. Nos últimos anos houve progresso na investigação da Acupuntura como tratamento para doenças mentais e emocionais.

A Acupuntura modula os neurotransmissores do sistema nervoso central, incluindo os opióides endógenos e serotonina. Alguns estudos de ressonância magnética funcional mostraram que a Acupuntura afeta áreas que desempenham um papel fundamental na regulação da emoção, cognição e processamento de memórias. Outros estudos apontam que níveis elevados de cortisol estão associados ao estresse crônico, ansiedade, depressão, e outros transtornos psiquiátricos que podem ser modulados pela Acupuntura.

A Acupuntura, como tratamento alternativo ou complementar, tem mostrado resultados significativos nos quadros de depressão, ansiedade, demência, esquizofrenia, dentre outras, além de ser utilizada no controle dos efeitos colaterais de muitos psicotrópicos. 

Pela medicina chinesa toda doença é a manifestação de uma desarmonia “psico-energética-funcional” onde todas suas peculiaridades devem ser consideradas durante a avaliação. Após a identificação dos padrões de desarmonia associados, o acupunturista elabora os corretos princípios de tratamento e prescreve a melhor combinação de pontos para aquele determinado paciente.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email